Carregando Eventos

« Todos Eventos

  • Este evento já passou.

Sintoma e mal-estar – Jornada 2018

7 07+00:00 dezembro 07+00:00 2018 @ 9:00 - 8 08+00:00 dezembro 08+00:00 2018 @ 17:00

 

Eis aqui, no meu entender, a questão decisiva para o destino da espécie humana: se o seu desenvolvimento cultural conseguirá e, em caso afirmativo, em que medida fazer frente às perturbações da convivência da vida coletiva que provém da humana pulsão de agressão e de autodestruição.
FREUD, S. “Mal-Estar na cultura”

A questão da Escola Letra Freudiana em 2018, “Sintoma e Mal-Estar”, nos coloca diante de problemas cruciais de nossa época frente aos quais o discurso do analista não deve recuar. Com Freud, Lacan assinala que é do mal-estar que procede nossa experiência.

Em 1967, na “Proposição sobre o psicanalista da Escola”, Lacan escrevia: “Nosso futuro de mercados comuns encontrará sua balança numa extensão cada vez mais dura dos processos de segregação”. O futuro dos mercados chegou presentificando-se pelo discurso capitalista e seus efeitos. Ele avança ferozmente rasgando inúmeros acordos e tratados simbólicos, culminando numa ameaça real à democracia. Seus efeitos destrutivos se presentificarão cada vez mais por vias forclusivas? Seria a violência uma resposta sintomática a Isso?

O sofrimento nos ameaça por três lados: desde o próprio corpo que, condenado à decadência e à aniquilação, não pode prescindir dos signos de alarme que representam a dor e a angústia; do mundo exterior, capaz de se encarnar em nós com forças destrutivas onipresentes e implacáveis; por fim, das relações com outros seres humanos.

O sofrimento que emana desta última fonte talvez nos seja mais doloroso que qualquer outro…
FREUD, S. ”Mal-estar na cultura”.

 

Um significante só tem sentido em relação a outro significante. Isso articula a verdade do sintoma. O seu sentido é o Real da não relação sexual.  No matema do discurso capitalista, S1 está no lugar da verdade, furo do Real. A trama do sintoma segue sendo da ordem do estofo linguageiro, isso o mercado não abole. “O sintoma… é a verdade, por ser talhado na mesma madeira de que ela é feita, se afirmamos materialisticamente que a verdade é aquilo que se instaura a partir da cadeia significante”. (LACAN, J. “Do sujeito enfim em questão”). O saber inconsciente inventado a partir da moterialidade da copulação dos significantes, maneira como cada um goza do inconsciente, é ainda sustentável como sintoma da intervenção do analista. O momento atual nos desafia ao necessário de escrever RSI enquanto resposta sintomática ao inconsciente freudiano na contemporaneidade. O analista depende do Real.

Tudo depende de se o real insiste. Somente por isso, é preciso que a psicanálise fracasse. É preciso reconhecer que ela toma esse caminho e que tem, portanto, boas chances de continuar sendo um sintoma, de crescer e se multiplicar. Psicanalistas não mortos, segue carta!
LACAN, J. “A Terceira”

Na Reunião d’Escola do dia 11 de setembro foram produzidas cinco propostas de enodamento para vetorizar as plenárias. Os eixos de enodamento não se propõem fixos e podem ser amarrados na linha do trabalho que cada um desejar, sendo também bem-vindos outros nós que venham a surgir:

– Sintoma Angústia Fantasma

– Sintoma Inconsciente Objeto a

– Cultura Mal-Estar Pulsão de Morte

– Sinthoma Lalangue Escrita

– Discursos Escola Mal-Estar

Aqueles que desejam apresentar trabalho, por favor, encaminhem o título e o resumo até o dia 16 de outubro de 2018 para: jornada2018@escolaletrafreudiana.com.br.

O trabalho final deve ser encaminhado até o dia 19 de novembro de 2018 para o mesmo email.

Data da Jornada: 7 e 8 de dezembro de 2018

Local: Hotel Everest – Rua Prudente de Morais, 1117 – Ipanema – RJ

Contato: Marli – Secretaria da Escola Letra Freudiana – Tel: (21) 2522-3877 – Rua Barão de Jaguaripe, 231, Ipanema. RJ – Cep: 22421-000

Taxa de Inscrição:

Membros:

Valor único até 30/11/ 2018: R$ 375,00

3 parcelas de R$125,00: a primeira até 02/10/ 2018, a segunda até 02/11/2018 e a terceira até 02/12/2018.

2 parcelas de R$187,50: a primeira até 02/11/ 2018 e a segunda até 02/12/2018.

A partir de 30/11/2018: R$ 400,00.

Participantes:

Valor único até 30/11/2018: R$ 270,00.

3 parcelas de R$90,00: a primeira até 02/10/ 2018, a segunda até 02/11/2018 e a terceira até 02/12/2018.

2 parcelas de R$135,00: a primeira até 02/11/ 2018 e a segunda até 02/12/2018.

A partir de 30/11/2018: R$ 290,00.

 Estudantes:

Parcela única: R$ 120,00

Os estudantes deverão enviar, com o comprovante de pagamento/depósito, a declaração da faculdade.

                            

Pelo Colegiado
Campo da Extensão
Nestor Torralbas


Programação:

Sexta-feira, 7 de dezembro de 2018

9h – Abertura
Nestor Torralbas

9h15 às 10h45 – Sala A

  • “Mas, quem pode prever o resultado e a saída?” Ponto (de interrogação) freudiano
    Letícia Nobre (ELF),
  • Do sintoma que ‘Mal-trata ao sinthome
    Adriana Maria Figueiras Toneli (ELF)
    Anete T. T. Arita (ELF)
    Graça Löwen (ELF)
  • Sintoma e lalangue função psicanalisante
    Sergio Becker (ELF)
    Coordenação: Maria Cristina Ferraz (ELF)

10h45 às 12h15 – Sala A

  • Sintoma e compromisso com a transmissão
    Sergio Gondim (ELF)
  • Savoir y faire
    Alicia Sterlino (ELF)
  • O mal-estar como operador na Escola
    Rita Martins (ELF)
    Coordenação: Diana Mariscal (ELF)

12h15 às 13h45 – Almoço

13h45 às 15h15 – Sala A

  • Quando a pulsão de morte prevalece: reação terapêutica negativa e melancolia
    Elza Gouvêa (ELF)
  • Compulsão à recusa, Absagüngszwang, na reação terapêutica negativa
    Dalmara Marques Abla (ELF)
  • Fantasma e Além do Princípio do Prazer
    Claudia Mayrink (ELF)
    Coordenação: Milvia Martins M. Barbosa (ELF)

13h45 às 15h15 – Sala B

  • A voz de Auschwitz
    Josely Brasil (ELF)
  • O mal-estar no discurso do religioso e do discurso da psicanálise: uma leitura do “Futuro de uma ilusão” na Escola
    Bruna Soalheiro (ELF)
  • De quantas verdades se faz uma mentira? Ou um distúrbio de memória na Pólis
    André Luis de Oliveira Lopes (ELF)
    Coordenação: Celia Nudelman (ELF)

15h15 às 17h15 – Sala A

  • Política da Psicanálise nos dias de hoje
    Maria do Carmo Motta Salles (Ato Freudiano)
  • Psicanálise e política, dobradiça
    Rafael Lobato Pinheiro (ELF)
  • “Primeiro cede-se nas palavras e então, pouco a pouco, também nas coisas”
    Anna Beatriz Medici (ELF)
    Deborah Tenenbaum (ELF)
  • Existe uma esquerda lacaniana?
    Claudia de Moraes Rego (ELF)
    Coordenação: Miriam Chor (ELF)

15h15 às 17h15 – Sala B

  • Y a d’l’un a savoir y faire
    Jacinta Ferraz (ELF)
  • Sobre a Sexuação: ser homem ou ser mulher – a questão do semblante e o mal-estar com o que resta
    Verônica Pereira Schwartz (ELF)
  • Sintoma e real
    Ivanisa Teitelroit Martins (ELF)
  • Nó borromeano e escrita do sujeito
    Roseane Freitas Nicolau (ELF)
    Coordenação: Silvia Disitzer (ELF)

17h15 às 17h30 – Coffee break

17h30 às 19h – Sala A

  • Dedo na ferida
    Silvio Tendler (RJ)
    Coordenação: Clara de Góes, María José Estevez, Josely Brasil (ELF)

19h15 às 20h45 – Coquetel

Sábado, 8 de dezembro de 2018

9h às 11h – Sala A

  • Articulação: “mas quem pode prever o desenlace?”
    Mauricio Lessa (ELF)
    Patricia Sá (ELF)
  • O irredutível no mal-estar
    Francisco Jose Bezzera Santos (ELF)
  • Psicanálise: oito ou oitenta
    Clara de Góes (ELF)
  • Mal-estar na atualidade: reflexões para tempos de crise
    Noemia Crespo (ELF)
    Coordenação: Bruno Netto dos Reys (ELF)

11h às 12h30 – Sala A

  • Sintoma e intervenção analítica
    Arlete Garcia (ELF)
  • Sintoma e fantasma: uma articulação
    Marcia Jezler (ELF)
  • A monótona melodia do sintoma
    Ana Maria Portugal (ELF)
    Coordenação: Leila Neme (ELF)

12h30 às 14h – Almoço

14h às 15h30  – Sala A

  • Mal-estar na clínica com crianças – vinhetas
    Alyne Camargo de Matos (ELF)
    Anna Beatriz Medici (ELF)
    Carolina Disitzer Serebrenick (ELF)
    Deborah Tenenbaum (ELF)
    Jane Bravo Gorne (ELF)
    Regina Fleiuss (ELF)
  • Autismo, quando falha o arranjo simbólico
    Lícia Magno Lopes Pereira (ELF)
    Coordenação: Vera Vinheiro (ELF)

14h às 15h30  – Sala B

  • Sutilezas de um Diagnóstico
    Teresa da Costa (ELF)
  • Limpeza de chaminé? Silêncio e angústia
    Clarice Medeiros (ELF)
  • Exceção e existência, um comentário agambeniano às fórmulas da sexuação
    Carla Francalanci (ELF)
    Coordenação: Amandio Gomes (ELF)

15h30 às 17h – Sala A

  • Devastações amorosas: uma leitura do Seminário 20
    Nestor Lima Vaz (ELF)
  • O mal-estar e a diferença lógica do sexual
    Heloisa Godoy (Aleph-BH)
  • Não há relação sexual
    Marisa S. Guimarães (ELF)
    Tatiana Porto Campos (ELF)
    Coordenação: Glória Castilho  (ELF)

15h30 às 17h – Sala B

  • Um Sonho Recorrente
    Claudia de Moraes Rego (ELF)
  • O suplemento e a sexualidade perversa
    Eduardo de Britto Morand Paixão (ELF)
  • Escritas do Sinthome
    Elizabeth Freitas (ELF)
    Coordenação: Gilda Maria Gomes Carneiro (ELF)

17h às 17h30 – Coffee break

17h30 às 19h – Sala A

  • Circular mas não recíproca: do mal-estar ao sintoma
    Eduardo Vidal (ELF)

Detalhes

Início:
7 07+00:00 dezembro 07+00:00 2018 @ 9:00
Final:
8 08+00:00 dezembro 08+00:00 2018 @ 17:00